24 de janeiro de 2013

Amazing Stories de regresso

A revista Amazing Stories está de volta, desta vez em edição online. Para quem não conheça, a revista foi criada em 1926 por Hugo Gernsback, e foi a primeira publicação dedicada exclusivamente à ficção científica. O que não é pouco: o mero acto de criação da revista contribuiu de forma decisiva para a cristalização da ficção científica enquanto género e para o estabelecimento do fandom - para além de ter sido a publicação onde muitos autores consagrados, como Isaac Asimov, Roger Zelazny ou Ursula K. Le Guin, viram as suas histórias publicadas pela primeira vez. 

Ao longo dos mais de 80 anos da sua conturbada existência, a Amazing Stories conheceu vários editores, muitas linhas editoriais, e algumas interrupções na continuidade da sua publicação. Regressa agora, em formato digital, com um site, um blogue com várias dezenas de contribuições, e uma edição digital profissional prevista para este ano.

E não, a escolha desta capa da Amazing Stories para ilustrar o artigo não é inocente.

2 comentários:

artur coelho disse...

não te sabia um fã dos archigram... ah, espera lá: terá algo a ver com um certo livro do joão barreiros e do luís filipe silva? de qualquer forma recomendo os archigram. propuseram uma cidade ambulante... http://www.archigram.net/projects_pages/walking_city.html

João Campos disse...

Hehe. Teve a ver com o certo livro, claro. Não resisti à referência.

Isso da cidade ambulante é muito interessante...