23 de junho de 2012

Cinemateca apresenta ciclo de cinema de António de Macedo

Arrancou ontem o ciclo de cinema da Cinemateca de Lisboa dedicado à obra do cineasta António de Macedo. E arrancou muito bem, com a exibição do filme O Princípio da Sabedoria, de 1975, com Sinde Filipe, Guida Maria, Helena Isabel e Nicolau Breyner, entre outros. É um filme ousado e invulgar, com uma narrativa com traços muito fortes de fantástico e de sobrenatural e um sentido de humor muito apurado, com momentos a roçar o non-sense. Do ponto de vista visual, O Princípio da Sabedoria é um assombro, e certamente terá sido revolucionário na sua época. A primeira cena é absolutamente arrebatadora, e mesmo perturbante. 

Foi o primeiro filme que vi de António de Macedo, e sem dúvida abriu o apetite para ver mais. Já conhecia contudo o cineasta, que esteve presente na edição de 2011 do Fórum Fantástico, onde deliciou a audiência - tanto como orador como a partir do público - com a sua vasta cultura e o seu sentido de humor apuradíssimo (e, sem querer entrar em off-topic, na sua brilhante desconstrução do Acordo Ortográfico). Hoje, antes de ter início a exibição do filme, a assistência teve a oportunidade de ouvi-lo uma vez mais, enquanto contava detalhes e curiosidades sobre a produção do filme e explicava alguns truques muito interessantes que ele e a sua equipa inventaram para conseguirem criar os efeitos especiais do filme. 

O programa completo do ciclo António de Macedo pode ser consultado aqui.

2 comentários:

FilmPuff disse...

Chá forte com limão all the way!

João Campos disse...

Chá? Mas eu não bebo chá, é contra a minha religião.