5 de outubro de 2014

Fim de transmissão


O início do mês já lá vai, e é hora de actualizar o estado do Viagem a Andrómeda. A coisa resume-se numa frase curta: o interregno passa a permanente, e o blogue chega hoje ao seu fim oficial.

E este fim chega após 31 meses (dois anos e sete meses; Setembro último contou pouco) de actividade regular, um pouco frenética e, pelo menos até meados deste ano, muito divertida. Ou, se preferirmos: o fim chega após 1307 artigos que suscitaram mais de 142000 pageviews e 1307 comentários (cerca de metade são meus, em resposta, mas ainda assim). E 16 "seguidores", o que é notável sobretudo quando se tem em consideração que eu não faço a mais pequena ideia de como funciona isso de se "seguir" este blogue. 

Foi bom enquanto durou - em alguns períodos, foi essencial que mantivesse este espaço a funcionar -, mas para todos os efeitos a fórmula encontra-se esgotada, e manter o blogue ao mesmo ritmo começa a tornar-se mais cansativo do que divertido. Procurar notícias novas e escrever sobre elas nem sempre é fácil, e menos ainda quando começo a senti-lo como uma obrigação, ainda que somente para comigo mesmo. O meu ritmo de leituras, bem mais baixo do que aquele que tinha quando este blogue começou em Fevereiro de 2012, está longe de permitir um novo artigo sobre um livro a cada semana, e já "gastei" todas as leituras que tinha "de reserva". Ainda que a grande maioria das minhas leituras se mantenha na ficção científica e na fantasia, também aprecio outros géneros e outros autores; a título de exemplo, tenho ali na estante um Salinger, um Mário de Carvalho e um Vergílio Ferreira a apanhar pó e a pedir leitura há anos, e creio ser chegado o momento de lhes ceder algum tempo. O mesmo pode ser dito sobre o artigo semanal de cinema, ainda que seja incomparavelmente mais fácil arranjar duas horas para ver um filme. Convenhamos: é um tanto ou quanto cansativo (e, hoje em dia, completamente impossível) ver um filme à pressa numa noite de Segunda-feira para escrever sobre ele durante a madrugada e ter o artigo pronto algures durante Terça-feira (as horas a que os artigos de Terça-feira foram publicados nos últimos meses espelham isto na perfeição). Fiz isso durante meses, mesmo quando apetecia antes ver outra coisa qualquer - ou não ver o que quer que fosse. 

Ao fim de tanto tempo, torna-se algo desgastante ter dois hobbies - ler e ver filmes - completamente subordinados a um terceiro - manter este blogue. 

É certo: nada me obriga a manter os artigos de Terça-feira e de Sexta-feira, como nada me obriga a escrever artigos novos todos os dias excepto aos Sábados. Podia perfeitamente tornar o Viagem a Andrómeda num blogue irregular (era a ideia original, afinal de contas), e mantê-lo ao sabor do meu tempo livre e da minha disposição. Mas não seria a mesma coisa para os leitores e, acima de tudo, não seria a mesma coisa para mim. Para o bem ou para o mal, o blogue evoluiu num determinado sentido; mudar de direcção agora, sobretudo para pior, deixaria sempre um sabor amargo. 

Um novo (e, dadas as circunstâncias, irrecusável) desafio profissional precipitou o resto: é tempo de terminar o Viagem a Andrómeda. 

Dito isto, importa dizer mais uma ou duas coisas (para além das inúmeras lições que estes pouco mais de dois anos e meio me ensinaram). A primeira, como não podia deixar de ser, é agradecer a todos os leitores, identificados ou anónimos, tanto aqueles que utilizaram as caixas de comentários e o correio electrónico como aqueles que se mantiveram em silêncio mas que continuaram a acompanhar o que por aqui ia escrevendo. Quando comecei o Viagem a Andrómeda, estava longe de imaginar que o blogue fosse ter tantos leitores, e é com muita satisfação que olho para as estatísticas deste blogue. Obrigado a todos, portanto.

A segunda coisa que importa dizer é que não tenciono ausentar-me da blogosfera - e, mais especificamente, da blogosfera dedicada à ficção científica e à fantasia - por muito tempo. Tenho vindo a cozinhar um novo projecto, que por sinal nasce de uma ideia que emergiu neste blogue; algo que possa ter um módico de regularidade sem ser demasiado exigente, e que me proporcione uma maior flexibilidade no tipo de artigos que escrevo ou que menciono. Por enquanto, a coisa mantém-se no plano conceptual; ainda não tenho todos os moldes do projecto definidos, e nem sei se continuarei a utilizar o Blogger ou se optarei por outra plataforma (o Tumblr parece-me apelativo, ainda que o sistema de comentários não me pareça muito intuitivo). Assim que as minhas rotinas pessoais voltem a assumir uma forma mais concreta, dedicarei algum tempo a isto. Que é como quem diz: lá para finais de Outubro ou inícios de Novembro devo ter algumas novidades, e talvez ainda faça uma chamada aqui.

Até lá, deixo o meu muito obrigado e um até breve. 

10 comentários:

FilmPuff disse...

Não gostei meu caro. Volta, a teu tempo. Mas volta.**

João Souza disse...

Boa noite João!

Conheci seu blog este ano, e foi daqui que retirei várias dicas de leitura e cinema. Seus textos sempre enriqueceram as obras que eu li ou assisti, assim como as breves discussões que tivemos via comentários. Foi um prazer acompanhar o blog mesmo que por pouco tempo.

Com alguns lançamentos (Interstellar vem logo ai e Ancillary Justice no inicio do ano que vem traduzido em português), talvez a gente ainda possa discutir algumas coisas via email, então mantenha sua caixa de entrada em observação. rs

Boa sorte em seus próximos projetos.
Abs.
João

SMP disse...

Foi com pena que vi anunciado o fim deste blog, que vinha seguindo fielmente e em cujas críticas e recomendações sempre confiei. Mas, como ex-blogueira, compreendo perfeitamente as razões aduzidas (e ainda que não as compreendesse!...).
Fico feliz, de qualquer forma, por saber que parte dessas razões se prendem com um novo desafio profissional, e também por saber que já estás a acoalentar um novo projecto. Seria uma pena a blogosfera, e a FC portuguesas, perder o teu contributo.
Muito boa sorte para ambas as coisas, e até breve!

artur coelho disse...

bolas pá, tens noção que estás a fechar o melhor blog português de FC? um abraço!

Rogério Ribeiro disse...

Fico à espera de novidades... :)

Abraço,
Rogério

Rui Bastos disse...

It's a sad day my friend. Foi bom acompanhar o teu blog enquanto durou, e ainda venho ao arquivo procurar artigos ;)

Fico à espera dessas novidades, tal como toda a gente, como podes ver pelos comentários acima!

Até lá, um abraço!

João Campos disse...

FilmPuff: A meu tempo, voltarei. Descansa.

João Sousa: Obrigado pelos comentários sempre entusiásticos. O e-mail está sempre aberto; poderei demorar algum tempo a responder, mas responderei. Abraço (e obrigado, uma vez mais).

SMP: Obrigado! O novo projecto está a ser ponderado há já algum tempo, pois a ideia de terminar o Viagem a Andrómeda e fazer algo novo começou a germinar há já alguns meses... as questões profissionais apenas precipitaram tudo.

Artur: exageras. Mas obrigado - deixo-te a tomar conta da casa, que eu vou ali e já venho (mesmo). Grande abraço.

Rogério: Irás ter novidades um dia destes. Abraço.

Rui: Obrigado pelas visitas e pela dica do "Terrarium", que me fará estar sempre em dívida para contigo..! O arquivo do Viagem a Andrómeda continuará aqui enquanto o Blogger assim o desejar (cheira-me que será por muito tempo).

A todos, para além dos inevitáveis agradecimentos: passe o imprevisível, isto será um "até breve".

Lucas disse...

Uma pena, mas tudo tem seu tempo e seu local. Li vários de seus textos e sempre achei cheio de brilhantismo e honestidade. Parabéns pelo blog e sucesso nos seus próximos passos!

JapStudies disse...

Olá,
Parabens pelo post no Blog! 
Hoje em,dia qualquer dica, ajuda para quem quer morar for a ou fazer intercâmbio é válida. Visite o site da nossa agência de intercâmbio com base em Brighton na Inglaterra JapStudies.com (Juniors, Adults & Professionals Studies). Como nosso serviço é em sua maioria online os custos são muito mais baratos do que se comparado com as empresas no Brasil e você pagará seu curso diretamente para a escola através de uma transferência bancária internacional com a cotação do Banco Central.
Entre em contato com a gente e peça um orçamento sem compromisso 
Um forte abraço JapStudies.com

André Pereira disse...

Hei!

Epá, conheci-te por aqui e tornei-me fã do teu trabalho e inspiraste-me a começar algo também.
Vais fazer falta por aqui, mas com novidades aí, nada está perdido.

Obrigado, também, pelas conversa por email!

André