15 de Janeiro de 2013

Robert Silverberg (1935 - )

A dificuldade em falar de Robert Silverberg reside no ponto de partida: onde começar? Na sua bibliografia? Nos muitos prémios que recebeu? Na sua actividade como editor e antologista? Comecemos talvez pelo início: publicou a sua primeira história, Gorgon Plant, na revista escocesa "Nébula" em 1953; em 1955, foi publicado o seu primeiro livro, Revolt on Alpha C; e em 1956 recebeu o prémio Hugo para "Most Promising Writer" em 1956. Entre a vasta bibliografia de Silverberg encontram-se obras como The Masks of Time (1968), Tower of Glass (1970), Dying Inside (1972) e The Book of Skulls (1972), entre muitos outros. Com Lord Valentine's Castle, em 1980, deu início ao universo de Majipoor, explorado em vários contos e livros. Em 1990, expandiu para livro o popular conto Nightfall, de Isaac Asimov, com a colaboração do próprio Asimov, numa parceira que viria a repetir-se em The Ugly Little Boy e The Positronic Man, ambos de 1992. O seu livro mais recente intitula-se Roma Eterna (2003), e a sua ficção curta encontra-se compilada em várias antologias. 

O prémio Hugo que recebeu na categoria de "Most Promising Writer" foi o primeiro de muitos, em várias categorias: tornou a levar para casa o foguetão prateado com a noveleta Enter a Soldier. Later: Enter Another (1989) e as novelas Nightwings (1969) e Gilgamesh in the Outback (1986). Também venceu prémios Nébula em múltiplas categorias, com os contos Passengers (1970) e Good News from the Vatican (1971), as novelas Born With the Dead (1975) e Sailing to Byzantium e o livro A Time of Changes (1971). Isto sem contar com as inúmeras nomeações que teve para as várias categorias em ambos os prémios.

A sua actividade como antologista é também notável, tendo sido responsável pela edição de várias antologias desde os finais dos anos 60. Entre estas, destacam-se entre muitas outras os nove números da antologia Alpha (1970 - 1978), vários números da antologia New Dimensions, e ainda The Science Fiction Hall of Fame, Volume One, 1929 - 1964 (1970), as antologias Legends (1998) e Legends II (1999) dedicadas a contos originais de fantasia em universos estabelecidos de autores aclamados, e a antologia Far Horizons (1999), com contos originais de ficção científica em universos de autores do género. 

Robert Silverberg nasceu em Brooklyn, New York, em 1935, e celebra hoje o seu 78º aniversário. 

Sem comentários: