23 de Novembro de 2012

Time Enough for Love

Be wary of strong drink. It can make you shoot at tax collectors - and miss.
-  Notebooks of Lazarus Long

Time Enough for Love (1973), de Robert A. Heinlein, é uma das mais relevantes publicações da sua célebre série Future History. Nomeado para alguns dos mais relevantes prémios da ficção científica, este livro explora uma parte da vasta história de Lazarus Long, personagem introduzida em Methuselah's Children (1958). Lazarus, já com alguns milénios de idade, é o ser humano mais velho ainda vivo (por força de pertencer às famílias Howard e de várias terapias de rejuvenescimento), mas deseja finalmente colocar um fim à sua vida. Os seus familiares mais próximos, porém, têm outros planos, e decidem impedi-lo. Perante a teimosia dos familiares, Lazarus decide tentar um acordo: não cometerá suicídio enquanto estiverem dispostos a ouvir e a registar as várias histórias da sua vida. 
A fake fortuneteller can be tolerated. But an authentic soothsayer should be shot on sight. Cassandra did not get half the kicking around she deserved.
- Notebooks of Lazarus Long

A partir deste ponto, a narrativa abre-se numa estrutura de frame story ao longo da qual são contadas várias histórias da vida de Lazarus Long. A primeira, e porventura a mais divertida, intitula-se "The Tale of the Man Who Was Too Lazy To Fail". Decorre no (distante) século XX e conta a história de um recruta do exército que ao longo de toda a sua vida conseguiu a proeza de evitar quaisquer trabalhos duros, fazer o mínimo possível em cada situação, e não só sobreviveu como enriqueceu no processo. As outras histórias deste parte, "The Tale of the Twins Who Weren't" e "The Tale of the Adopted Daughter", centram-se em partes do passado de Lazarus enquanto explorador espacial e colonizador de um planeta com uma sociedade muito ao estilo do clássico Oeste selvagem. São relevantes para o leitor perceber não só o próprio Lazarus Long e o seu feroz carácter individualista, mas também alguns dos aspectos mais significativos de pertencer às famílias Howard e ter uma longa vida - nomeadamente no relacionamento com outros seres humanos normais, e na tragédia que ensombra qualquer relação amorosa fora do grupo muito restrito de pessoas com longas vidas ao seu dispor.

Cheops' Law: Nothing ever gets built on schedule or within budget.
- The Notebooks of Lazarus Long

Findas as histórias, a narrativa prossegue para um rumo curioso, mas apenas inesperado para quem não tiver já lido outras obras do autor. A história aborda viagens espaciais, viagens no tempo, relações poliamorosas, e está sempre pautada pela voz inconfundível de Lazarus Long - que, na prática, é a do próprio Heinlein no seu individualismo sem concessões e no seu absoluto (e despudorado) liberalismo. Em dois momentos da narrativa surgem "intervalos" com passagens dos diários de Lazarus Long, recheados de pequenas frases, alguns aforismos e ideias soltas que contribuem para a caracterização deste personagem tão peculiar. 
People who go broke in a big way never miss any meals. It is the poor jerk who is shy a half slug who must tighten his belt.
- The Notebooks of Lazarus Long

Quem já leu outros livros de Heinlein - da série Future History ou outros, como Stranger in a Strange Land ou mesmo The Moon Is a Harsh Mistress depressa se familiarizará com Time Enough for Love - no estilo, nas ideias defendidas, nas mensagens mais ou menos dissimuladas nas entrelinhas. Está repleto de excelentes (e curiosas) ideias, tem momentos excepcionais, passagens divertidíssimas - nos diários são hilariantes - e apesar da sua estrutura narrativa irregular lê-se com surpreendente regularidade. Heinlein era, por natureza, um autor extremamente polarizado, e apesar de o seu talento ser geralmente reconhecido, as suas ideias ou o seu estilo não foram nem são apreciados por todos (é bem possível que ele mesmo fosse o primeiro a reconhecer que daí não viria qualquer mal ao mundo). Quem não aprecia, decerto não irá encontrar consolo em Time Enough for Love; mas para quem, como eu, gosta de outras obras de Heinlein, este será sem dúvida um livro a não perder.
You live and learn. Or you don't live long.
- The Notebooks of Lazarus Long

Sem comentários: